Capuchinhos de Minas em preparação para o Capítulo Provincial

Os Franciscanos Capuchinhos de Minas Gerais iniciaram, na tarde do dia 11 de março, a Conferência Pré-Capitular, no Convento da Pompeia, em Belo Horizonte – MG. Trata-se de um momento preparatório, no qual iremos discutir e refletir a partir de temas pertinentes para o desenvolvimento de nossa vida e missão, a serem aprovadas no Capítulo Provincial.

O Capítulo Provincial é convocado a cada três anos e, nele, além das atividades citadas acima, também se elege o novo governo da Província. Segundo a nossa Forma de Vida, no Capítulo também são realizados outros encaminhamentos, como:

  • elaborar estatutos particulares, a fim de que as prescrições das Constituições sejam convenientemente aplicadas às condições da Província;
  • deliberar o modo de observar a pobreza, sempre mais fielmente, de formas condizentes com os tempos e que, por isso mesmo, devem ser sempre renovadas.
Ministro Provincial, Frei Sebastião, na abertura das atividades da Conferência

Na Conferência Pré-Capitular, os Frades são convidados a avaliarem o caminho percorrido até aqui, revendo os trabalhos e propondo novas possibilidades de atuação. Assuntos como a formação dos frades, a vida missionária, a espiritualidade e a economia também fazem parte desse itinerário reflexivo proposto pela Conferência.

No primeiro dia, os frades se reuniram para discutir o cronograma de todas as atividades e, em seguida, celebraram a eucaristia. A Conferência Pré-Capitular segue com suas atividades de formação e espiritualidade até o entardecer do dia 15 de março, sexta-feira.

Celebração Eucarística no primeiro dia de Conferência

Segundo dia da Conferência –12 de março

Os Frades iniciaram a manhã com a oração das Laudes. Em seguida, partilharam o café e se encaminharam para a Sala Magna do Convento da Pompeia para a primeira formação, sob orientação de Dom Vicente de Paula Ferreira, Redentorista, Bispo Auxiliar de Belo Horizonte. O tema para a reflexão desse dia é a “VIDA FRATERNA: FERMENTO PARA A ORAÇÃO COTIDIANA”.

Dom Vicente conduzindo a formação do segundo dia de Conferência

Dom Vicente nos falou da fé cristã como uma experiência de encontro, a partir do diálogo entre Jesus e a Samaritana (Jo 4). Ele disse ainda que “cada um de nós é participação em uma série de elementos da vida comunitária, que são dons; e, a partir disso, conduzimos a nossa vida fraterna, deixando marcas de sensibilidade em nossos feitos”. No turno vespertino, a ênfase foi posta na FINITUDE E ESCUTA DA PALAVRA, entendendo que o homem, diante do mistério criado, colhe em sua estrutura antropológica sua radical condição finita e, ao mesmo tempo, sua abertura À PALAVRA. Todo ser humano é dono de uma finitude que dialoga com o transcendente.

 “A vida de fé não é simplesmente uma posse, mas um caminho que conhece passagens luminosas e túneis escuros, horizontes abertos e veredas tortuosas e incertas”

(Papa Francisco).

Terceiro dia da conferência – 13 de março

Os frades iniciaram a manhã com a celebração Eucarística presidida pelo frei Heuser José Perdomo. No terceiro dia de conferência o tema proposto foi a “Vida fraterna: fermento para uma economia solidária”. Essa formação ficou sob a responsabilidade do frei José Bernardi da Província dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul.

É necessário compreender as necessidades e os anseios dos outros para que gere reais condições para uma economia mais fraterna e solidária.

Frei José Bernardi, OFMCap. Província do Rio Grande do Sul

O patrimônio produzido pelo trabalho dos irmãos deve ser devidamente cuidado de forma fraterna. Precisamos recordar alguns elementos de nossa tradição de capuchinhos para que possamos olhar apara o nosso formato de economia revendo algumas práticas e buscando ser mais humanos na relação entre a vida fraterna e a economia.

Quarto dia da conferência – 14 de março

A manhã de quinta-feira teve início com a oração das Laudes e em seguida os frades foram partilhar o café. As atividades de reflexão da manhã foram conduzidas pelo Padre Antônio Carlos Basílio Vieira. O tema para aprofundamento foi a “VIDA FRATERNA: FERMENTO NA FORMAÇÃO CONTINUADA”.

Padre Antonio Carlos Basílio

Comunidade é o lugar no qual se descobre a profunda ferida do ser.  As nossas comunidades nascem da aceitação recíprocas das feridas de cada um. Na nossa cultura do individualismo o outro é visto não como irmãos, companheiro de caminhada, mas como empecilho para a minha auto-realização; passa a ser meu rival. No desejo de construir a vida fraterna, preciso primeiro acolher a verdade sobre mim mesmo, superar o abismo que existe entre o que eu sou e o que gostaria de ser. Acolher o que eu sou e o que o outro é.

Na tarde dessa quinta-feira o tema proposto para discussão foi a VIDA FRATERNA: FERMENTO EM NOSSA AÇÃO APOSTÓLICA. Dom José Carlos, Bispo de Divinópolis, foi o responsável pelo desenvolvimento dessa temática. O decorrer da formação percorreu por alguns documentos da Igreja, sendo eles: Vita Consecrata, Perfectae Caritatis e Lumen Gentium. Foi apresentado 4 pontos para um maior aprofundamento do tema: a experiência religiosa, a vivência comunitária, a formação bíblico-doutrinal e o compromisso missionário de toda a comunidade.

Dom José Carlos, Bispo de Divinópolis

Encerramos as atividades de quinta-feira com a Eucaristia presidida por Dom José Carlos e em seguida realizamos um momento de confraternização no refeitório do Convento da Pompeia.

Último dia da conferência – 15 de março

Oração de Conclusão dos Trabalhos na Conferência

A manhã do último dia de conferência pré-capitular teve início com a celebração Eucarística presidida pelos Freis Heuser e Márcio. Em seguida, partilhamos o café e nos reunimos na sala magna do Convento da Pompeia para os informes provinciais.

Foram realizados diversos esclarecimentos e encaminhamentos das atividades dos frades. Os relatórios dos trabalhos mais recentes foram apresentados e apreciados por todos os frades. Concluímos os trabalhos com um momento de oração e envio em preparação para o XIV Capítulo Provincial. Todas as Fraternidades receberam uma vela para as orações em intenção do Capítulo.

Agradecemos as orações e o carinho de todos. Paz e Bem!

Sobre o autor

Religioso da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos na Província de Minas Gerais. Graduado em Filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino. Graduando em Teologia pelo mesmo Instituto. Atuação em Dança Contemporânea.

Deixe um Comentário

X