A oração

Nossa oração é afetuosa, ou seja, uma oração que parte do coração. No silêncio, na contemplação, no trabalho e nas atividades culturais expressamos nosso característico jeito de nos dirigirmos a Deus, na simplicidade e na intensidade do ser.

Acreditamos que a primeira escola de formação é a experiência cotidiana da vida religiosa com seu ritmo normal de oração, de reflexão, de convivência fraterna e de trabalho. A oração nos proporciona uma experiência de encontro íntimo com Deus e consigo mesmo.

A oração a Deus, como respiração de amor, nasce da moção do Espírito Santo, pela qual o homem interior se põe à escuta da voz de Deus que fala ao coração. Deus, de fato, que nos amou primeiro, fala-nos de muitos modos: em todas as criaturas, nos sinais dos tempos, na vida das pessoas, em nosso coração e especialmente mediante seu Verbo na história da salvação.

Na oração, respondendo a Deus que nos fala, atingimos a plenitude enquanto saímos do amor próprio e, em comunhão com Deus e com os homens, passamos para Cristo Deus-Homem. Pois Cristo mesmo é a nossa vida, a nossa oração e a nossa ação. (cf. Constituição OFM Cap, 45)

 

 

X