Um encontro de partilhas e convivência fraterna

Aconteceu nesse fim de semana, 16 e 17 de março, um encontro com 17 jovens que se sentem motivados a conhecer um pouco mais da vida Franciscana. O Convento Capuchinho da Pompeia em Belo Horizonte foi, mais uma vez, uma casa de acolhida e de vivência fraterna para todos esses jovens.

O Serviço de Animação Vocacional é o responsável por conduzir todas as atividades que se referem a divulgação, formação e orientação vocacional. Todos os anos são realizados diversos encontros vocacionais, missões e visitas na intenção de aproximar os jovens que se interessam pela nossa vida a vivência do nosso carisma no dia a dia.

Vocacionados Capuchinhos na Igreja da Pompeia

O encontro desse fim de semana foi o primeiro realizado em 2019. Os 17 jovens que estiveram conosco são provenientes de diversas regiões do nosso estado, cada um com sua história e experiência própria enriqueceu nossos momentos de fraternidade e partilha. São eles:

Bráulio – São José da Lapa, Gabriel Dutra – São José da Barra, Gabriel Jerônimo – Juatuba, Henrique – Santa Bárbara, Jefferson – Joaíma, João Paulo – Juatuba, José – Belo Horizonte, Leandro – Juatuba, Luan – Monte Azul, Lucas – Araguari, Marcelo – Ouro Preto, Matias – São José da Barra, Rafael – Matutina, Rian – Almenara, Talisson – Buritis, Whenderson – Betim e Xidocheung – Juatuba.

No decorrer do encontro os jovens participaram de momentos de oração, formação e lazer. O Sábado foi um dia muito especial de oração franciscana, acreditando que é a partir da nossa oração que é manifestada a nossa identidade de Capuchinho. No período da manhã os jovens vivenciaram um momento intenso de oração a partir da mística do Cristo Encarnado.

“A nossa oração seja manifestação peculiar da nossa vocação de frades menores” (Constituição OFMCap, n.46, §1)

Acreditamos que a peculiaridade de nossa oração pode nos conduzir a uma experiência íntima com Deus a partir do momento que rezamos afetivamente. Nesse viés, foi proporcionado na tarde de sábado um momento orante de interiorização, oração centrante, onde foi possível expressar na simplicidade os gestos de cuidado e fraternidade com os demais irmãos.

Contemplação do Crucifixo de São Damião

A oração franciscana é afetiva, isto é, oração do coração, que nos conduz à experiência íntima de Deus. Contemplando a Deus, sumo Bem e todo o Bem, do qual procede todo bem, devem brotar de nosso coração a adoração, a ação de graças, a admiração e o louvor.

(Constituição OFMCap, n.46, §6)

No decorrer das atividades de sábado realizamos um momento de esporte, oração contemplativa e uma confraternização. O Domingo teve início com a celebração da Eucaristia na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompeia. Em seguida os jovens partilharam o café da manhã e se dirigiram para a Capela do Convento onde puderam fazer a adoração Eucarística.

Tenhamos, pois, a máxima veneração pelo mistério da Eucaristia e pelo Ofício divino que São Francisco queria que informassem toda a vida da Fraternidade.

(Constituição OFMCap, n.47, §2)

As atividade do restante do domingo foram de partilhas e conversas pessoais onde os vocacionados puderam contar um pouco de sua história aos frades do SAV. O encontro terminou com um almoço festivo às 12h. Agradecemos de coração sincero todos os jovens que se dispuseram a viver conosco esse tempo de graça e fraternidade. Que os nossos corações permaneçam unidos na oração e que possamos continuar caminhando em espírito de comunhão. Paz e Bem!

Sobre o autor

Religioso da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos na Província de Minas Gerais. Graduado em Filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino. Graduando em Teologia pelo mesmo Instituto. Atuação em Dança Contemporânea.

Deixe um Comentário

X